JE T'AIME - LARA FABIAN

LADY - LIONEL RICHIE

30.11.07

Êxtase



Ela balbuciou:
êxtase, delírio, prazer, gozo, paixão e paraíso
e a musa inspirou














ÊXTASE
_______


Tal um vulcão adormecido eu te espero
como quem aguarda o dia da libertação
e o teu olhar desvairado e faminto quero
para com ele entrar em tórrida ebulição

Golfadas de calor intrinseco e de prazer
me estonteiam como o fogo da paixão,
que no meu corpo a febre faz renascer
para o êxtase conhecer outra dimensão

Prisioneira do delírio quase perco o juizo
e me abandono aos devaneios profanos
até o gozo sussurrante chegar ao paraíso
onde já não existem sentimentos levianos

Carrego nas entranhas as frustrações
dos amores que eu sonhei, mas não vivi,
dos desejos libidinosos e das convulsões
que eu tive e alimentei pensando em ti

Agora na solidão me quedo e me enredo
como uma presa fácil numa teia de aranha
e de amar loucamente até já tenho medo
porque nunca me senti assim tão estranha

....



Lud MacMartinson - LMP -Luxemburgo

2 comentários:

ana bárbara santo antonio disse...

"Un matin, il m'a promis de me raconter une histoire incroyable, et il a disparu. Nous avons vécu le début d'une histoire d'amour, il était comme une promesse que la vie n'a pas tenue; moi je tiens toujours mes promesses."
J'ai beaucoup aimée votre poesie, elle me parle au coeur...
Une Muse de Mirandela...
anabárbara

ana bárbara santo antonio disse...

agora na língua de Camões...
sou uma transmontana de Mirandela, montando acampamento perto do mar... não posso viver longe dele... talvez sejam os meus olhos, todos os dias precisam de avivar a cor... que felicidade encontrar nestas palavras os mesmos cortes, os mesmos sangramentos, esta trancendência de palavras a fugir-nos da alma carregadas de sentidos todos intactos, como se fossem fragmentos cadentes do estrelar de neurónios poéticos, talvez essa constelação sagitariana que se agita no céu pensamento...
bonitas palavras, bela poesia, grata homenagem às mulheres...

ana bárbara