JE T'AIME - LARA FABIAN

LADY - LIONEL RICHIE

22.10.08

Anjinha






















Talvez tu não saibas nem penses,
mas há dias que te imagino assim,
anjinha e, por que não me pertences,
sonho que sou um querubim
para poder viver a teu lado
e te amar sem cometer pecado

Contigo viajo pelo espaço sideral
e descubro o encanto angelical
do teu olhar meigo e puro
que ilumina o canto obscuro
deste diabinho esfomeado
que por ti vive apaixonado

Há momentos também, confesso,
que te desejo e que padeço
por não poder te beijar,
te sentir em mim e te amar
de um jeito sensual e profano
até conhecer o prazer insano

Por vezes, amor, não nego,
até fico louco e cego,
mas logo ecoa uma voz
justiceira armar-se em algoz
a implorar-me baixinho
que aceite ser o teu anjinho

Lud Macmartinson - LMP - Luxemburgo

3 comentários:

Anonymous disse...

Adorei o teu poema...está lindo!
Gosto dessa tua sensibilidade ...que me deixa emocionada quando te leio e da pessoa maravilhosa que és
Te adoro
Beijinho
Sininho :)

FéniX - L2MP disse...

Oi Sininho,
ainda bem que gostou da " anjinha "
e fico muito feliz que o que escrevo lhe toque na alma, mesmo que seja ao de leve como a brisa suave já é muito bom.
Volte sempre e comente, diga o que sente e " bata " se não gostar.
Beijo
Até
Lud

Anonymous disse...

Não quero ser teu anjinho, isso não satisfaz a fome que tenho de vc, seja meu diabinho e me ame ser reservas nem pudores,seja o homem que eu preciso e espero,podes até perecer um anjo com essa carinha linda mas....por dentro dessa casca se esconde um ser ardente e amante, cheio de vontade de se entregar e ser feliz....vemmmm estou te esperando.....