To love you more - Celine Dion

Lady - Lionel Richie

17.11.08

Corpo lacrado




















Bandido sinto por vezes o meu amor,
réu e culpado desta minha desgraça,
ungindo em mim esta cínica dor
que, por mais que tente, não passa

Muitos sonhos alimentei em vão,
amei e me iludi de mais, eu sei,
agora resta-me o vazio do coração
porque de paixão jamais o encherei

Na bruma poética eu me refugio
para esquecer este meu triste fado
que quer que me afogue no cio

e o meu corpo mantenha lacrado,
porque hoje o meu maior desafio
é guardá-lo para um amor sagrado



Lud MacMartinson - 17 XI 2008

1 comentário:

Anonymous disse...

Amor é uma coisa sagrada,feliz o mortal que o consegue desfrutar,não são os dógmas humanos que fazem de um amor melhor ou pior, sagrado ou profano,não lacre seu corpo ao prazer pois o estás condenando a um desterro imerecido, ele precisa ser muito amado para se sentir vivo e continuar sua jornada de conquistas e realizações,o ser maravilhoso que tens sido e o prazer que tens distribuido aos que precisam de uma palavra de amor na hora certa,quando se encontram perdidos e desacreditados de sentimentos,nem fuja ao destino que te foi traçado,cada um vem com um desígnio a ser cumprido,e o seu é distribuir amor e esperança a quem não teve o previlégio de conheçer o prazer de amar e ser amado da forma mais sublime,amar não é ser correspondido, isso é o que mais queremos que aconteça.....mas nem sempre é possível.....mas quem já teve um amor verdadeiro no coração pode ensinar que amor se sente e nem sempre a recíproca é verdadeira ,mas o sentimento é tão forte que supera todas as deficiências que a falta da reciprocidade acarretam,vc é um exemplo e uma espelho para muitos, não deixe que a imagem do bem seja distorcida por um momento de decepção, algumas pessoas vieram a essa vida para serem seguidos e precisam se preocupar com o que estão refletindo.....sei, as vezes estamos querendo desistir de tudo e descançar mas, existe um comprometimento maior nas esferas superiores que nos fazem prosseguir